FANDOM


Tráfico e segurança pública


Operação Purificação: escutas revelam que PM prestou depoimento em favor de traficante em Caxias


Traficante diz que advogado combinou o teor do depoimento do policial


[...] Em outra conversa telefônica, captada no dia 26 de agosto, Nando demonstra preocupação com a audiência judicial sobre o caso e com o “acertado” entre o traficante e o segundo sargento da PM, que conduziu a ocorrência na delegacia.


[...] Já no dia 28 de agosto, o traficante que conversava com Nando diz a uma mulher que integrava a quadrilha para levar o advogado até o encontro do policial no Fórum. O traficante passa informações sobre a descrição física do policial, o que, para o Ministério Público, é uma demonstração da intimidade entre policiais e traficantes.

 

Em abril, Nando, que era considerado foragido da Justiça, foi extorquido pelos PMs, que receberam R$ 1.500 para não prendê-lo.

 

[...] De acordo com as investigações, um grupo de policiais chegou a pedir R$ 200 mil de resgate pela libertação de um traficante. A negociação foi caindo e chegou ao valor de R$ 3.000. Os policiais rejeitaram a oferta e apresentaram o criminoso a uma delegacia da região.

 

Além de traficantes e familiares, os policiais também sequestravam veículos. Eles apreendiam os carros dos criminosos e cobravam valores para devolver os veículos. Um traficante considerado foragido da Justiça também sofreu extorsão para não ser preso.

 

[...] Durante as investigações, a polícia descobriu que um dos PMs investigados vendeu um fuzil por R$ 45 mil a um traficante. Como precisavam cumprir as metas estabelecidas pela Secretaria de Segurança Pública de prisões e apreensões, era comum os PMs não cumprirem o acordo com os traficantes.

 

Também era comum os policiais forjarem uma espécie de “kit apreensão”, com armas e drogas fornecidas pelos traficantes como se tivessem sido realmente apreendidas durante as operações.

 

Em uma das escutas telefônicas autorizadas pela Justiça, um traficante liga para um PM e diz que vai deixar a escopeta calibre 12 dentro da geladeira de um bar em uma favela. Pouco depois, o PM retorna a ligação e diz que deixou R$ 300 para o traficante, como pagamento pelo favor. Na gravação, o traficante fala: “Vou deixar uma arma aí para você apresentar”.

 

Em outra gravação, um PM fala para um traficante: “Se ficar bom para vocês, vai ficar bom para a gente também”, em uma insinuação de que o acordo para não reprimir o tráfico seria lucrativo para policiais e traficantes.

 

http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/escutas-revelam-que-pm-prestou-depoimento-em-favor-de-traficante-em-caxias-20121205.html



voltar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória