FANDOM


Corrente política de base socialista operária, surgida em 1875 na Alemanha, com a criação do Partido Social Democrata Alemão. Propõe a mudança da sociedade capitalista mediante reformas graduais nas normas constitucionais da democracia representativa. Influiu na política dos estados europeus a partir da primeira guerra mundial.

©Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda.


Social-democraciaEditar

DefiniçãoEditar

De forma simplificada, são os marxistas não revolucionários, que defendem uma sociedade mais igualitária dentro do próprio capitalismo, atuando via eleições (e não via revolução armada comunista). Com o tempo, passou a incluir aqueles partidos denominados socialistas, especialmente na Europa, que passaram a formar um bloco de centro-esquerda. À esquerda permaneceriam os partidos chamados comunistas ou trotskistas.


Questões programáticas normalmente defendidasEditar

Economia de mercado combinada com intervenção estatal em favor das classes menos favorecidas.

Liberalismo de costumes


HistóriaEditar

A social-democracia surgiu no fim do século XIX, organizada por partidários do marxismo que acreditavam que a transição para uma sociedade socialista poderia ocorrer sem uma revolução, mas por meio de uma evolução democrática.


Principais autores/ideólogos/teorizadores/defensoresEditar

Grupos/categorias relacionados ou identificadosEditar

Partidos políticos/organizações vinculadasEditar

Partidos dos Trabalhadores (PT) (Brasil) (com correntes internas mais à esquerda, com tendência socialista)

Partido Democrático Trabalhista (PDT) (Brasil) - filiado à Internacional Socialista

Partido Trabalhista britânico (Reino Unido)


Organização internacionalEditar

Internacional Socialista


Personalidades identificadasEditar

Outras ideologias relacionadasEditar

socialismo

progressismo

centro-esquerda política


Possíveis oponentesEditar

À direita:

Centro-direita

Direita

Extrema-Direita


À esquerda:

Esquerda

Extrema-esquerda


Considerações e textosEditar

O que é social-democracia?

De forma simplificada, são os marxistas não revolucionários, que defendem uma sociedade mais igualitária dentro do próprio capitalismo, atuando via eleições (e não via revolução armada comunista). Com o tempo, passou a incluir aqueles partidos denominados socialistas, especialmente na Europa, que passaram a formar um bloco de centro-esquerda. À esquerda permaneceriam os partidos chamados comunistas ou trotskistas (como o PCB, o PSOL e o PSTU, no Brasil, e os partidos Comunistas na Europa).

Nos países em que havia partidos socialistas e partidos social-democratas disputando, os socialistas foram mais pro centro (gerando a centro-esquerda), empurrando a social-democracia para a direita. Hoje o PSD de Portugal é o partido da direita, e o PS é de centro-esquerda (enquanto os comunistas estão mais à esquerda, mesmo tendo abolido as pretensões revolucionárias armadas).

No Brasil, o PT se inclui na centro-esquerda (e não na esquerda), sendo portanto social-democrata, que também é chamado de socialismo democrático. O principal órgão internacional desses partidos é a Internacional Socialista, do qual faz parte o PDT, e os Partidos Socialistas da Europa (incluindo o PS francês, hoje no poder), sendo que o PT e partido peronista constam como convidados.

A Internacional Socialista consta como social-democrata na wikipedia de diversas línguas:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Internacional_Socialista

http://en.wikipedia.org/wiki/Socialist_International

http://fr.wikipedia.org/wiki/Internationale_socialiste

http://es.wikipedia.org/wiki/Internacional_Socialista

A centro-direita (geralmente mais liberal e moralista) se organiza principalmente na Internacional Democrata Cristã (que inclui a direta francesa – Sarkozy –, a direita alemã – CDU –, além das direitas dos demais países da Europa). No Brasil são filiados o DEM e o PSDB (membro observador).

Assim, o partido social-democrata brasileiro hoje “ao pé da letra” é o PT (que é capitalista e não revolucionário, com medidas igualitárias), deslocando o PSDB para a direita liberal e conservadora (veja quem a ala conservadora da sociedade e da Igreja, especialmente a católica - mas não só -, apoia nas eleições). Os teóricos políticos brasileiros insistem que o PSDB assuma de vez esse papel, que representa a ala do poder econômico da sociedade (carentes de um partido forte assumidamente de centro-direita – hoje temos o DEM, mas que é eleitoralmente fraco).

Por fim, vejamos o que diz a wikipedia sobre a social-democracia e sua guinada liberal:

A social-democracia é uma ideologia política de esquerda surgida no fim do século XIX por partidários do marxismo que acreditavam que a transição para uma sociedade socialista poderia ocorrer sem uma revolução, mas por meio de uma evolução democrática. A ideologia social-democrata prega uma gradual reforma legislativa do sistema capitalista a fim de torná-lo mais igualitário, geralmente tendo em meta uma sociedade socialista. O conceito de social-democracia tem mudado com o passar das décadas desde sua introdução. A diferença fundamental entre a social-democracia e outras formas de socialismo, como o marxismo ortodoxo, é a crença na supremacia da acção política em contraste à supremacia da acção económica ou determinismo económico sócio industrial. Isto ocorre desde o século XIX.

Historicamente, os partidos social-democratas advogaram o socialismo de maneira estrita, a ser atingido através da luta de classes. No início do século XX, entretanto, vários partidos socialistas começaram a rejeitar a revolução e outras idéias tradicionais do marxismo como a luta de classes, e passaram a adquirir posições mais moderadas. Essas posições mais moderadas incluiram uma crença de que o reformismo era uma maneira possível de atingir o socialismo. No entanto, a social-democracia moderna desviou-se do socialismo, gerando adeptos da ideia de um Estado de bem-estar social democrático, incorporando elementos tanto do socialismo como do capitalismo. Os sociais-democratas tentam reformar o capitalismo democraticamente através de regulação estatal e da criação de programas que diminuem ou eliminem as injustiças sociais inerentes ao capitalismo, tais como Bolsa Família e Opportunity NYC. Esta abordagem difere significativamente do socialismo tradicional, que tem como objetivo substituir o sistema capitalista inteiramente por um novo sistema económico caracterizado pela propriedade coletiva dos meios de produção pelos trabalhadores.

Atualmente em vários países, os sociais-democratas atuam em conjunto com os socialistas democráticos, que se situam à esquerda da social-democracia no espectro político. Os dois movimentos às vezes operam dentro do mesmo partido político, como é o caso do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) (Brasil) e o Partido Socialista francês. No final do século XX, alguns partidos sociais-democratas, como o Partido Trabalhista britânico e o Partido Social-Democrata da Alemanha, começaram a flertar com políticas econômicas neoliberais, originando o que foi caracterizado de "Terceira Via". Isto gerou, além de grande controvérsia, uma grave crise de identidade entre os membros e eleitores desses partidos.

WikipédiaEditar

https://pt.wikipedia.org/wiki/Social-democracia


Outros sitesEditar

http://direitasja.com.br/2013/04/05/fhc-psdb-e-a-diferenca-entre-a-social-democracia-e-a-direita/

NotíciasEditar

ReferênciasEditar

NotasEditar



voltarEditar

voltar para ideologias políticas

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória